Black Diamond da Diversão

Conhecido por frequentar os Hot Laps em Limeira, Milton Rubinho corre com seu Focus Zetec 1.6 com alguns toques a mais na mecânica e suspensão.

Trabalhando com engenharia de motores, chegou a participar como mecânico na Classic Cup e Rally Cross Country antes de iniciar a caminhada na pista atrás do volante.

As primeiras vítimas foram: Corsa Wagon 1.6 e um Celta 1.0 nas provas de regularidade no Autódromo de Interlagos.

Como da para perceber, corre na veia o sangue gearheader que se diverte com o que estiver na mão, sendo 60 ou 200 cavalos, wagon, hatch, etc. O importante é o “pé-no-porão”.

Em 2012 depois de uma pesquisa, trocou o Celta no atual Focus GL 2008, optando pelo (faz tudo) motor 1.6. Uma boa opção para o dia-a-dia e com um grande leque de preparações leves a serem adotadas. “A maioria do pessoal em track day’s optava pelos motores 2.0, Duratec ou Zetec, aspirados ou turbinados, resolvi ser diferente”, comenta.

A compra foi fechada em uma segunda-feira e no sábado da mesma semana foi a estreia do Focus na pista.

A manutenção basica foi feita com troca de filtros (óleo e combustível), troca de óleo, pneus e rodas. Os pneus Michelin XM2 195/60 R15 calçaram as rodas Scorro S-182 e ajudaram a grudar o Focus no asfalto.

Claro que nem tudo é perfeito, principalmente pensando em performance no caso do Focus GL 1.6 que foi concebido com uma proposta totalmente urbana apesar do grande potencial do carro com suspensão traseira multilink e dianteira McPherson possui freios a disco ventilado com 258 mm de diâmetro e sistema de tambor atras, apenas regulares para o peso do carro na ordem de 1.190 kg.

No caso dos freios, Milton conta que algumas receitas foram testadas: “Freios que, sendo o único grande ponto fraco do carro, passaram por diversas receitas, envolvendo fluidos, discos e pastilhas de diferentes procedências e tipos. E o carro se tornou uma verdadeira mula de teste, até chegar na receita atual, que suporta muito bem uma hora ininterrupta de pista sem fading e sem riscos. Afinal, não foi nada agradável chegar no fim da reta dos boxes, e sentir o pedal quase no assoalho…”

Hoje o carro possui fluido de freio Pentosin Racing, pastilhas de freio EBC Greenstuff e o super mega power sistema de refrigeração com dutos feitos com mangueira de máquina de lavar e encaixes usados em equipamentos de som (criatividade faz parte de todo gearheader).

A potência, para um motor 1.6 era muito boa, o Zetec gera 105 cv com gasolina e 113 cv usando alcool no tanque, ambos à 5.500rpm. Torque de 16mkgf (A) e 15,1 mkgf (G) a 4.250 rpm mas novamente esbarrava no peso do carro de quase 1.2 ton.

Após algumas experiências, na terceira prova, Milton conseguiu um 2º lugar no campeonato paulistano de regularidade em Interlagos em 2013. No mesmo ano foi a vez da estreia no Hot Lap Limeira. A brincadeira começou a ficar séria com o vice-campeonato daquele campeonato de regularidade que veio com mais um 2º lugar em dezembro de 2013.

Os aprimoramentos mecânicos começaram a chegar ao Focus em 2014: Molas Eibach Pro-Kit, amortecedores do Focus SVT, barra estabilizadora traseira e buchas de poliuterano na suspensão, escape dimensionado eliminando uma curva original e o catalizador, coletor tubular em aço 4x2x1 feito na Oriente Escapes, filtro de ar com CAI para captação do ar frio. As mudanças renderam 10 cv a mais chegando a 123 cv à 5.500rpm e 1.5mkgf de torque, totalizando 17.5 mkgf um fôlego a mais para lidar com o peso do Focus.

 

Perfumaria também faz parte da vida de um carro de pista: rodas aro 16 do Fiesta mexicano e volante MOMO estão na lista. Também foram instalados tow straps na dianteira e traseira para facilitar o reboque.

2014 também foi o ano da primeira vitória no Torneio Interlagos de Regularidade usando o número #71 que não foi mais abandonado. Com mais dois podiuns, Milton e o Focus foram campeões do Torneio Interlagos de Regularidade na categoria Modernos Individual. E em 2015, finalmente um banco concha para segurar o corpo nas curvas “E isso, num daily driver, pois o Focus é utilizado em viagens, no trânsito, para ir ao trabalho, balada, levar a mãe na feira…”

O próximo passo é mais potência, vamos aguardar e ver onde a dupla vai chegar.

 

Momento Maguila: agradecer a Deus, aos meus pais, aos vários amigos que estão juntos na caminhada e sempre estão dando apoio, Cupimzar, Focusnation, Jan Balder, Hot Lap Limeira e Automobilismo Muleke. Abraços!

Ficha técnica:

Carro: Ford Focus GL 1.6 2008/2008
Nome: Black Diamond (homenagem ao Kiss)
Motor: 1.6 Zetec Rocam Flex com escapamento dimensionado, usando coletor tubular em aço 4x2x1 com manta térmica, cat delete, abafador intermediário trocado por um esportivo e abafador traseiro original, e filtro esportivo com CAI.
Transmissão: original
Suspensão: Molas Eibach Pro-Kit, com amortecedores do Ford Focus SVT , e kit de buchas de barra estabilizadora traseira Energy.
Freios: Disco dianteiro e Tambor traseiro,com pastilhas EBC Greenstuff na frente, fluido de freio Pentosin Racing, flexíveis Aeroquip e dutos de refrigeração.
Pneus e rodas:
Rua: Pneus Yokohama C Drive2 195/55R16 com rodas de liga-leve do Fiesta mexicano.
Pista: Dianteiros Pirelli Slick 205/50R15, Traseiros Pirelli P7 195/50R16, em rodas de aço.
Exterior: Aerofólio traseiro.
Interior: volante MOMO Champion, manopla e pedaleira Sparco, banco concha AMB.
Potência: 123 cv@ 5500 rpm.
Torque:17.5 mkgf @ 4250 rpm.
Velocidade Final: 187 km/h
0-100 kmh: 11.7s

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.