Não categorizado

Carros franceses e japoneses despencam em vendas no começo de outubro

queda na venda de carros em outubro

O mês de outubro espelha as dificuldades encontradas por muitas marcas do setor automotivo. A crise na falta de componentes automotivos e a elevada alta nos preços, fez com que diversas montadora registrassem queda nas vendas de carros na primeira quinzena de outubro. Entre as mais impactadas, estão a Citroën, Peugeot, Mitsubishi, Honda e Renault, confira.

queda na venda de carros em outubro
A Citroën foi a marca mais impactada durante o mês (Foto: Divulgação)

Montadoras registram queda em vendas no início de outubro

De acordo com um levantamento realizado pela Bright Consulting, que analisou os dados de emplacamentos da primeira quinzena do Renavam, marcas francesas e japonesas tiveram o pior desempenho na primeira quinzena de outubro desse ano.

Segundo os dados da empresa de consultoria, e projetados para o mês inteiro pelo Guia do Carro, a montadora Citroën foi a que mais teve queda, 56,1%. A Peugeot também não obteve bons resultados, pelo contrário. A mesma atingiu uma queda de 38,9%.

VEJA TAMBÉM

Outros nomes como Mitsubishi, Honda e Renault também estão na lista das mais prejudicadas. Todas obtiveram queda de 37,5%, 36,1% e 31,4%, respectivamente.

Queda mensal é geral entre as marcas

No entanto, a queda nas vendas durante o mês de outubro não é exclusivo das montadoras citadas. Ainda segundo o levantamento e as projeções, nomes como Nissan e Jeep também obtiveram redução de vendas superior a 20%, sendo 28,2% e 25,1%, respectivamente.

Além dessas, os outros grandes nomes também estão no mesmo cenário, mesmo que com um percentual um pouco menor, no comparativo as outras montadoras.

Dessa forma, a BMW registrou redução de 19,7%, a Toyota de 17,1% e a Caoa Chery, 14,2%.

Por fim, a Chevrolet, Fiat e Hyundai, diminuíram as vendas em 6,4%, 6% e 4,1%, respectivamente.

queda na venda de carros em outubro
A Renault também está entre as marcas impactadas (Foto: Divulgação)

Mercado enfrenta retração generalizada nas vendas de carros

Embora no acumulado de janeiro a setembro de 2021, os emplacamentos de veículos continuem acima de 20% sobre o mesmo período de 2020, em setembro, os segmentos de automóveis e comerciais leves, caminhões, ônibus, implementos rodoviários e outros, tiveram queda no período. Os dados são da Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

“A falta de veículos novos, em função da escassez de componentes na indústria, é um fenômeno global, que atinge outros países, como os Estados Unidos, por exemplo. Vivemos, hoje, possivelmente, o ponto mais crítico dessa crise de abastecimento de veículos, mas acredito que, nos primeiros meses de 2022, teremos uma clareza maior sobre a resolução do problema”, explica o Presidente da entidade, Alarico Assumpção Júnior.

Em setembro, o setor automotivo como um todo, registrou retração de 4,43%, na comparação com o mês anterior. Em relação a setembro de 2020, a queda foi de 14,37%. O total de veículos emplacados no mês foi de 281.054 unidades.

Veja também: Tudo sobre o VW Gol 2022, um dos carros mais econômicos do Brasil!

Em setembro, vendas de carros usados também registra redução

Ainda de acordo com a Fenabrave, as transações de veículos usados, considerando todos os segmentos, tiveram retração de 8,30% em setembro, na comparação com o mês anterior. Em relação ao mês de setembro de 2020, a queda foi de 5,18%. No acumulado do ano, no entanto, as transações de usados cresceram 39,26% sobre os 9 primeiros meses de 2020, chegando a um total de 11.553.715 unidades comercializadas até o momento, em 2021.

“Houve um pequeno arrefecimento nas transações em setembro, mas não observamos queda de demanda. Há, sim, uma redução de oferta de alguns modelos mais procurados pelos consumidores. Vale lembrar, também, que o mês de setembro teve um dia útil (21 dias) a menos que setembro (22 dias)”explica Alarico Assumpção Júnior, Presidente da Fenabrave.

No ano, já houve mais de 11 milhões de trocas de titularidade. Entre os Automóveis e Comerciais Leves, os veículos com até 3 anos de fabricação corresponderam a 11,49% do total comercializado, no acumulado, até setembro.

queda na venda de carros em outubro
O segmento de usados também registrou queda (Foto: Pixabay)
Nicole Santana

Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo, e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe.

O post Carros franceses e japoneses despencam em vendas no começo de outubro apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?