Não categorizado

Confira os problemas mais comuns dos seminovos líderes em vendas

A insegurança faz parte do processo de compra de carros seminovos. Será que o veículo tem mesmo a quilometragem informada? Que já passou por acidentes? É fruto de roubo ou furto? Quais os problemas crônicos do modelo escolhido? Para sanar as dúvidas e auxiliar os interessados em adquirir um usado, analisamos os problemas mais comuns nos modelos mais pesquisados nos últimos 12 meses.

Se você está pensando em comprar um seminovo, não deixe de conferir todo o seu histórico: passagem por leilão, indício de sinistro e restrições e impedimentos, entre outros itens. Para tanto, basta ter a placa do veículo e acessar a Olho no Carro (CLIQUE AQUI). Ganhe 15% de desconto com o cupom AUTOPAPO.

VEJA TAMBÉM

Os automóveis mais pesquisados na Olho no carro nos últimos 12 meses foram:

  1. Volkswagen Gol
  2. Fiat Palio
  3. Ford Fiesta
  4. Honda Civic
  5. Fiat Uno
  6. Toyota Corolla
  7. Ford Ka
  8. GM Onix
  9. Honda Fit
  10. Renault Sandero

As consultas on-line referentes aos carros seminovos apontaram os problemas mais comuns no que diz respeito a restrições e mecânica.

De acordo com a Alfatest, os defeitos e falhas mais encontradas nos modelos foram:

Modelo Principais falhas
Volkswagen Gol Falha de codificação da unidade, falha de ignição e falha no sensor de nível do combustível
Fiat Palio Falha na sonda lambda, falha de ignição, falha na borboleta (TPS) e falha no sensor de posição da embreagem
Ford Fiesta Falha no sensor de fluxo de ar, falha no sensor de nível do combustível e falha na sonda lambda
Honda Civic Falha no sensor de temperatura do ar, falha no sensor de temperatura da água e falha na válvula de partida a frio
Fiat Uno Falha na borboleta (TPS), falha no catalisador e falha de ignição
Toyota Corolla Falha na partida a frio, falha marcha lenta irregular, falha na sonda lambda e falha de ignição
Ford Ka Falha na borboleta (TPS), falha de ignição, falha nos injetores e falha no sensor de velocidade
GM Onix Falha de ignição, falha no sensor de temperatura de ar, falha no sensor de rotação e falha no catalisador
Honda Fit Falha no sensor de temperatura do ar, falha no sensor de rotação e falha no sensor de temperatura da água
Renault Sandero Falha no sensor de pressão de admissão (coletor), falha no catalisador, falha no sensor de rotação e falha de ignição

Quando o assunto são as restrições, os entraves mais encontrados pelo Olho no Carro foram:

  1. Restrições e impedimentos como bloqueios administrativos e judiciais;
  2. Passagem por leilão, sinistro e histórico de roubo e furto;
  3. Recall que não foi feito;
  4. Adulteração de KM; e
  5. Clonagem

Na validação física, os seminovos têm tendência a apresentar:

  1. Repinturas/batidas/danos estruturais;
  2. Problemas mecânicos/eletrônicos/elétricos;
  3. Gravação do chassi ausente nos vidros ou números raspados;
  4. Placas com indício de adulteração;
  5. Numeração do motor irregular;
  6. Documento (CRLV) adulterado;
  7. Alterações não regularizadas (blindagem, GNV, diâmetro de roda e pneu, suspensão rebaixada).

Dicas para evitar problemas de seminovos

Para evitar fraudes, ao realizar a validação física do veículo, fique atento a cada uma das informações abaixo. A contratação de um mecânico ou empresa especializada que ateste a qualidade do seminovo também é indicada.

ItemCuidado
CRLVColoque o documento contra a luz e veja se é possível ler “Brasil”. Se sim, o documento é original. Confirme também se a placa e o chassi do documento conferem com o do veículo
PlacaPara placas que são padrão Mercosul, você pode fazer a leitura do QRCode no app “VIO”. Nele, você será direcionado para a página do Denatran e poderá validar outros dados, como o Renavam. Para as placas tradicionais, verifique o lacre na dianteira e traseira
ChassiCompare o número do Chassi apresentado na consulta Olho no Carro com o número gravado no veículo. Você encontra o registro em diversos locais do veículo, mas os mais fáceis são no capô e no assoalho do banco. Os números não podem ter nenhuma divergência, bem como marcas de lixa, perfurações, rebites e ferrugens, pois são sinais de fraude
MotorCompare o número do motor apresentado na consulta Olho no Carro com o número do propulsor gravado no veículo. Os registros não podem ter nenhuma divergência, pois é um forte sinal de fraude
EtiquetasSão obrigatórias duas etiquetas: no cofre do motor e na porta dianteira do passageiro, com gravação parcial do Chassi. Para veículos anteriores a 1998, também é obrigatório ter a etiqueta no assoalho
VidrosOs últimos 5 caracteres do Chassi são gravados em todos os vidros do veículo. A falta dessa gravação indica a substituição dos vidros originais do veículo

O post Confira os problemas mais comuns dos seminovos líderes em vendas apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?