Não categorizado

Great Wall decide futuro no setor automotivo do Brasil até setembro

Great Wall

A Great Wall é uma das maiores montadoras da China. E ela tem uma decisão bastante importante a fazer. Além de continuar negociando a compra de uma fábrica no Brasil, ela terá que decidir o seu futuro no setor automotivo até de setembro. A informação foi publicada pelo site “Automotive Business”. 

 

Great Wall
Foto: Divulgação/Haval

Great Wall no Brasil? Entenda

De acordo com a reportagem, um dos pontos discutidos seria a produção local. Como vimos anteriormente, a montadora teria adquirido a junto a Mercedes-Benz a fábrica de Iracemópolis (SP). A planta foi utilizada pela montadora entre 2016 e 2020. Ela tem capacidade para a produção de 20 mil veículos.

Leia mais: Jeep Grand Cherokee 2022 traz novidades no design; confira lançamento do SUV de 7 lugares

“Houve todo um processo de estudo nos últimos anos e agora está na mesa da matriz as opções de locais para se instalar uma unidade fabril. Dentro de dois meses isso estará resolvido. A análise considera o Brasil e também oportunidades em outros países na região que nunca foram descartados”, disse uma fonte ligada a empresa ao repórter Bruno de Oliveira.

Porém, segundo a mesma pessoa, as negociações ainda estão acontecendo. Essa informações estão no caminh contrário do que o jornal “O Globo” divulgou no último mês. Os chineses também conversam com a Ford para tentar assumir a fabrica de Camaçari-BA.

Outra solução seria se juntar com um parceiro comercial local. Do mesmo modo que a Chery fez com a Caoa. Mas a hipótese foi descartada pela fabricante asiática.

Além da questão da produção, a Great Wall está pensando na estratégia comercial. Ela não sabe se começará a vender apenas quando os veículos começarem a ser vendidos por aqui ou como importados. “Não está descartada a importação em um primeiro momento. O que está sendo feito é uma preparação do terreno para que, quando a China der o sinal verde para os investimentos locais, tudo esteja o mais pronto possível ou próximo disso”, contou a fonte.

Great Wall
Foto: Divulgação/Great Wall

Por enquanto, apenas o primeiro passo foi feito. Recentemente, ela fez sua inscrição na Junta Comercial de São Paulo (Jucesp). O nome registrada é Great Wall Motor Brasil LTD. Como foco principal da atividade, ela colocou comércio a varejo de automóveis.

Dois veículos registrados

Foto: Divulgação/Haval

Um outro passo importante foi dado pela Great Wall. Segundo o site, ela registrou dois veículos no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Não se sabe se eles serão os primeiros veículos vendidos aqui, mas já é um passo importante.

Great Wall
Foto: Divulgação/Haval

Um deles é o SUV médio Haval H6. Com um porte próximo ao Jeep Compass, modelo já é vendido na China há um tempo e está em sua terceira geração. Ele pode ser equipado tanto com o propulsor 1.5 turbo (171 cv) quanto com o 2.0 turbo (227 cv). Dois também é o número de transmissões: manual de seis marchas e automática de oito velocidades. Ambas feitas pela ZF.

Por fim, o outro registro se trata da picape Poer (ou Série P). Ela já é vendida em outros países da América Latina, como o Chile. Outros veículos famosos neste mercado é o Wingle e o M4.

Pedro Giordan

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.

O post Great Wall decide futuro no setor automotivo do Brasil até setembro apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?