Não categorizado

Honda City pode tornar-se sedã compacto mais potente do Brasil

Honda City

O mercado de sedãs compactos irá ficar um pouco mais acirrado nos próximos meses. O Honda City ganhará uma nova geração até o fim do ano. Além de trazer um visual um pouco mais moderno, o três volumes japonês poderá trazer novidades em seu conjunto mecânico. Uma delas seria um motor que pode torná-lo o mais potente da categoria.

 

Honda City
Foto: Divulgação/Honda

Com alterações, Honda City pode ser sedã compacto mais potente do Brasil

Segundo a revista especializada “Quatro Rodas”, o modelo utilizado por aqui terá algumas mudanças. O motor utilizado pelo novo veículo, por exemplo, pode ser o 1.5 de quatro cilindros (injeção direta). Movido exclusivamente à gasolina, pode gerar uma potência máxima de 130 cv a 6.000 rpm e torque 15,8 kgfm a 4.000 rpm.

Claro, algumas adaptações seriam feitas para ele poder se transformar num flex. Ou seja, a potência máxima poderá chegar aos 132 cv. Atualmente, o 1.5 i-VTEC Flex pode produzir 116 cv e 15,3 kgfm

Além disso, algumas mudanças também seriam feitas no conjunto. Ele ganhará, por exemplo, novo cabeçote (com duplo comando de válvulas variável) e tuchos hidráulicos.

As tecnologias VTEC e VTC (Variable Timing Control) também estarão disponíveis. Já a transmissão poderá ser a CVT (que simula sete velocidades). Além disso, existe a possibilidade do Honda City ser o sedã compacto mais potente.

Foto: Divulgação/Honda

Essa nova geração do veículo foi revelada ao mundo em 2019. Por aqui, ele pode chegar nos últimos meses deste ano. Hoje, ele tem preços a partir de R$ 74.600. De acordo com o ranking da Fenabrave, ele é o terceiro veículo mais vendido da Honda.

Leia mais: SUV de luxo da Caoa Chery é flagrado no Brasil; conheça o futuro rival da Jeep

O lançamento do novo Honda City pode ser um dos carros apresentados pela marca nesta primeira metade da década. Os  novos Civic e HR-V provavelmente chegarão ao País depois dele. Neste ano, já tivemos o lançamento deu um novo CR-V.

Outras mudanças

Foto: Divulgação/Honda

Para bater de frente com seus rivais, o Honda City terá algumas mudanças. Apesar de não chamar tão atenção, as mudanças deixaram o visual um pouco mais leve. A dianteira traz uma grade que é próxima a utilizada pelo HR-V atual. As lanternas traseiras e dianteiras foram redesenhadas.

Todas as suas dimensões principais sofreram aumentos. Ele mede 4,56 m de comprimento, 1,75 m de largura e 2,60 m de entre-eixos. O último mostra que ele ainda mantém um bom espaço interno, principalmente para quem vai atrás. Já o porta-malas de 519 liros ainda é bastante útil.

Honda City
Foto: Divulgação/Honda

Por fim, o painel também passou por uma mudança, mas foram simples. O principal destaque é a central multimídia de 8 polegadas.

 

 

Pedro Giordan

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.

O post Honda City pode tornar-se sedã compacto mais potente do Brasil apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?