Não categorizado

Mercedes-Benz pode acabar com carros a combustão em breve

Mercedes-Benz

Aos poucos, diversas montadoras vão revelando seus planos para o futuro. O objetivo é sempre o mesmo: a eletrificação total da linha. Agora, é a Mercedes-Benz que começa a se mexer com relação ao assunto. De acordo com o jornal alemão Automobilwoche, boa parte da gama da marca será formada, majoritariamente, apenas por veículos 100% elétricos em breve.

Mercedes-Benz sem carros a combustão 

Apesar de não falar muito sobre datas especificas, a montadora pretende fazer muitas mudanças em sua linha nos próximos anos. Segundo a publicação, ela pode irá substituir os veículos movidos a combustão por modelos eletrificados até 2030. Em de lançar apenas um modelo a combustão, os próximos lançamentos da marca irão trazer versões que usam gasolina (ou diesel) e configurações elétricas ao mesmo tempo.

Foto: Divulgação/Mercedes-Benz

Mesmo assim, segundo a publicação, os veículos a combustão ainda podem continuar em mercados específicos por conta da demanda. Por isso, não dá para cravar uma data exata da extinção dos mesmos.

Vale lembrar que o CEO da Daimler, Ola Kallenius, irá fazer uma apresentação no dia 22 de julho. Espera-se que ele fale mais sobre os planos da marca.

Linha atual

Atualmente, a Mercedes-Benz oferece algumas opções de veículos elétricos. O SUV de luxo EQC é um deles. Custando a partir de R$ 629.900, o veículo foi lançado por aqui no ano passado e tem como principal concorrente o Audi e-tron.

Seu principal atributo é o amplo espaço interno. Já o motor é bastante forte. Ele pode gerar uma potência de 300 kW (408 cv) e torque de 760 Nm. Suas baterias podem fazer ele rodar por 445 km.

Leia mais: Carro da Tesla será destaque em salão brasileiro de elétricos

Já no mercado europeu, outras três opções podem ser encontradas. O EQA, por exemplo, é um utilitário esportivo baseado no GLA. Ele chegou em janeiro e tem como objetivo ser uma opção “mais em conta” da linha de elétricos da Mercedes. Ele é equipado com um propulsor que gera 190 cv (140 kW)  de potência e 375 Nm de torque. Sua autonomia é de 426 km.

Foto: Divulgação/Mercedes-Benz
Foto: Divulgação/Mercedes-Benz

Sem falar do futurista sedã EQS. Em uma de suas configurações (a 580 4Matic), o motor elétrico pode produzir 523 cv de potência. A marca ainda possui a van elétrica EQV e o SUV de sete lugares EQB.

As concorrentes já tem planos

Foto: Divulgação/Audi

Enquanto a Mercedes-Benz ainda não se pronunciou sobre o assunto, suas principais rivais no mercado de automóveis de luxo já sabem quando irão vender apenas carros elétricos.

A Audi, por exemplo, fará isso em 2033. No mês passado, o CEO Markus Duesmann anunciou que o último veículo a combustão será lançado em 2026. Enquanto isso, sete anos depois, as pessoas só encontrarão modelos elétricos nas concessionárias.

Foto: Divulgação/BMW

Já a BMW possui uma meta menos ambiciosa. Ela quer que até 2030, 50% das suas vendas globais sejam de veículos do tipo. Opel, Jaguar, Volkswagen são outras empresas do ramo que também trabalham com metas para o fim dos carros movidos a combustão.

Pedro Giordan

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.

O post Mercedes-Benz pode acabar com carros a combustão em breve apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?