Não categorizado

Moto elétrica para delivery é apresentada pela Voltz

A Voltz, empresa brasileira de motocicletas elétricas, viu no crescimento do delivery uma oportunidade para comercializar seu modelo EVS. Para agradar os motociclistas que usam o veículo para trabalho, lançou a EVS Work, que teve sua resistência preparada para o dia a dia e oferece mais autonomia que a configuração urbana.

LEIA MAIS

Com duas baterias, a EVS urbana entrega 180 km de autonomia, a moto elétrica para trabalho, no entanto, chega aos 240 km. A velocidade final da EVS Work também é diferente, 85 km/h, menor do que os 120 km/h da versão original.

Preço da EVS Work, a moto elétrica para delivery

Com vendas previstas para julho deste ano, a Volts EVS Work terá preço entre R$13.990 e R$15.990.

voltz evs work cinza
EVS Work será capaz de rodar 240 km entre uma recarga e outra (Foto: Voltz | Divulgação)

Para facilitar a compra da moto, a Voltz firmou parceria com o iFood e outras fintechs. As empresas oferecerão uma linha de crédito especial para os entregadores.

Assim que estiver disponível para o mercado, a EVS Works será testada por 30 motociclistas do aplicativo iFood. A ideia é que os profissionais comprovem a viabilidade do uso de motos elétricas para o trabalho.

Sobre a Voltz EVS

Confira, abaixo, a ficha técnica da EVS urbana:

  • Velocidade máxima: entre 80 e 120 km/h
  • Potência: 3000 W
  • Bateria: Lítio 72v 33ah
  • Tempo de recarga: até 5 horas
  • Ciclo de carga: 2000 ciclos (garantia até 1500 ciclos)
  • Autonomia: até 180 km
  • Capacidade de carga: 200 kg
  • Função de marcha a ré: sim

A Voltz EVS conta com GPS integrado, conexão 4G,  farol dianteiro, lanterna traseira e piscas LED, USB, conexão Bluetooth, chave de presença (SmartKey), duas tomadas e alto-falantes.

Dimensões da moto elétrica:

  • Peso seco: 130 kg
  • Dimensões (CxAxL):  1,98 m x 1,34 m x 0,76 m
  • Entre-eixos: 1,46 m
  • Rodas: aro 17″

O post Moto elétrica para delivery é apresentada pela Voltz apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?