Não categorizado

Preço da gasolina: combustível fica mais caro no Sudeste pela 3º vez

Preço da gasolina

Os altos valores cobrados pelos combustíveis se tornaram o motivo de preocupação da maioria dos motoristas, que vivem em várias partes do Brasil. Na Região Sudeste, o preço da gasolina cresceu mais uma vez.

De acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o valor combustível fechou setembro custando em média R$ 6,338. Ou seja, este valor passou dos R$ 6 pelo terceiro mês seguido.

Contando todas as regiões, esta ficou na segunda posição no ranking das maiores médias. Perdendo apenas para o Centro Oeste, onde o combustível derivado do petróleo está custando R$ 6,373 (média). No Sudeste, houve um crescimento de 2,56% em comparação ao mês anterior. Vale lembrar que os dados são coletados em todos os postos credenciados pela Ticket-Log.

Preço da gasolina
Foto: Pixabay.com

Preço da gasolina: combustível fica mais caro no Sudeste pela 3º vez

Na média nacional, o combustível terminou setembro custando em média R$ 6,260. Vale lembrar este número significa que o combustível ficou 30% mais cara (comparada com junho). Ou seja, os preços praticados na Região Sudeste estão acima desta média nacional.

“Ainda que o preço da gasolina nos postos da Região Sudeste tenha fechado o trimestre acima de R$ 6, quando comparado ao etanol na relação 70/30, é a opção mais econômica para os motoristas que abastecem em Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro”, aponta Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, em comunicado.

Preço da gasolina
Foto: Sergio Souza/Pexels.com

Dentre os estados, foi o Rio de Janeiro quem pagou o litro mais caro. O preço da gasolina nos postos cariocas fechou em R$ 6,675 (preço médio). Ou seja, um crescimento de 2,31% em comparação aos números de agosto. Do mesmo modo, o valor do etanol também terminou em alta. Os R$ 5,668 cobrados no local significaram um aumento de 3,79%. 

Outros dois estados fecharam acima da média nacional. Em Minas Gerais, por exemplo, os preços do combustível fecharam em R$ 6,481. Já no Espírito Santo, os motoristas pagaram em média R$ 6,357 no último mês. Ambos registraram altas no etanol também. Os preços médios foram de R$ 4,699 (+4,66%) e R$ 5,327 (+2,31%), respectivamente.

Foto: Pixabay.com

Por outro lado, os postos localizados em São Paulo registraram as menores médias do mês. No local, a gasolina teve preço médio de R$ 5,839. Já o etanol, o valor médio foi de R$ 4,524. Detalhe: as bombas de combustível paulistas registraram um aumento de 5,70%, se contarmos o preço do etanol. A maior variação da região.

Diesel, Diesel S-10 E Gás Natural Veicular (GNV)

Preço da gasolina
Foto: Pixabay.com

O Diesel e o Diesel S-10 também sofreram aumentos em todos os quatro estados da Região Sudeste. A maior variação do primeiro aconteceu em Minas Gerais. No local, o preço médio R$ 4,770. Ou seja, um aumento de 2,10% em comparação ao mês de agosto. Já os postos do estado do Rio de Janeiro registraram o menor aumento (+ 1,89%). 

Em compensação, foi no mesmo estado que teve o maior aumento dos preços do Diesel S-10 (+2,21%). Já o maior preço foi registrado em Minas Gerais (R$ 4,829). O estado de São Paulo registrou os menores preços nos dois combustíveis (R$ 4,584 e R$ 4,634, respectivamente).

O mesmo acontece no preço do Gás Natural Veicular. No entanto, foi neste estado que foi registrado o maior crescimento (+11,30%). Enquanto isso, os capixabas foram que pagaram o preço mais caro no GNV (R$ 4,391).

Veja abaixo todos os preços da gasolina, do etanol, do Diesel, do Diesel S-10 e do Gás Natural Veicular. 

Foto: Divulgação/Ticket Log

 

Pedro Giordan

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.

O post Preço da gasolina: combustível fica mais caro no Sudeste pela 3º vez apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?