Não categorizado

Subaru Outback preparado em casa não faz feio em rali ‘casca grossa’

Competições de rali exigem bastante dos carros e dos pilotos. O veículo e o piloto precisam ser rápido e resistente para atravessar os trechos em terrenos irregulares. A dupla John Frana e Ryan Brumund chamaram atenção ao completar a competição Best in the Desert em um Subaru Outback 1999 preparado em casa.

Essa prova é uma corrida de 500 milhas (805 km) nos EUA, entre Las Vegas e Reno, no estado de Nevada. Como o nome indica, a competição é no deserto e foi realizada durante o verão do hemisfério norte, exigindo bastante dos participantes.

subaru outback 1999 rally best in the desert 500 vegas to reno2
Os carros da Subaru são famosos pela tração integral permanente, que foi posta à prova nesse rali (Foto: Facebook | Reprodução)

VEJA TAMBÉM:

O Subaru Outback foi um dos 165 carros que sobreviveram

O Subaru ficou na 165ª colocação, a última da competição. Porém conseguiu terminar, feito que muitos UTV e picapes próprias para esse tipo de rali não realizaram. Treze das 36 páginas do resultado final da Best in the Desert são dos 129 veículos que não terminaram a corrida.

  • O vídeo abaixo é da participação do mesmo carro em 2016:

O Subaru Outback completou a prova em 17 horas e 40 minutos, o limite é de 19 horas. Os empecilhos durante a corrida foram um pneu furado e um problema no cabo do trambulador do cambio. Ao final da corrida alguns reparos leves foram feitos, pois a dupla foi dirigindo o carro do estado de Illinois até a corrida e voltaram dirigindo do mesmo jeito.

O que sabemos da preparação dessa perua é: a suspensão foi levantada e agora conta com 30 cm de curso, os pneus todo-terreno são maiores e calçados nas rodas originais, os para-choques foram removidos e substituídos por peças de ferro e a traseira ganhou uma barra para proteger a carroceria.

O post Subaru Outback preparado em casa não faz feio em rali ‘casca grossa’ apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?