Não categorizado

Testamos: Chevrolet Trailblazer Premier 2022 é mais que o SUV da S10

Chevrolet Trailblazer Premier 2022

A vida do Chevrolet Trailblazer Premier 2022 não anda fácil. Na realidade, já algum tempo o modelo está longe de seus dias de glória. De acordo com o ranking da Fenabrave, foram vendidas 1.377 unidades do modelo durante o primeiro semestre de 2021. Seu principal concorrente, o Toyota SW4, vendeu quase esse total apenas em junho. Durante os seis primeiros meses do ano, são 6.034 unidades do SUV derivado da Hilux.

Porém, há diversos aspectos positivos no SUV da Chevrolet. Tanto que ele provou em nossos testes que vai além de ser o SUV da S10, tendo sua própria personalidade.

Chevrolet Trailblazer Premier 2022
SUV e seu motorzão a diesel |Foto: Leo Alves/Garagem360

Chevrolet Trailblazer Premier 2022 em seu habitat natural

Para fazer uma melhor avaliação do Trailblazer, decidi fazer uma viagem para o interior paulista. No total, foram mais de 700 km a bordo do utilitário de sete lugares. E por conta de todo o seu espaço interno, ele foi o escolhido para ser o bagageiro oficial da viagem, já que os assentos extras não seriam utilizados.

Afinal, são 554 litros de bagagem com a terceira fileira abaixada. Caso seja preciso utilizar esses bancos, o espaço cai para 205 litros. E como o Trailblazer é alto, a impressão é de que o bagageiro é ainda maior. Por isso, nada mais justo que ele levar todas as bagagens.

Leia mais: Testamos: Chevrolet S10 High Country 2021 une conforto e robustez

E na estrada as diferenças em relação a S10 começaram a aparecer. Primeiramente, o Trailblazer tem quase um metro a menos de comprimento. Além disso, o arranjo da suspensão traseira é diferente nos dois. Enquanto a picape usa feixe de molas e eixo rígido, o SUV conta com um acerto que mantém o eixo rígido, mas com molas helicoidais para complementar o conjunto.

O resultado é uma traseira mais comportada que na picape, já que ela pula bem menos. Com isso, o conforto a bordo é melhor, com menos sacolejos ao passar em lombadas, valetas ou desníveis.

Chevrolet Trailblazer Premier 2022
Espaço é um dos pontos fortes do SUV |Foto: Leo Alves/Garagem360

Bom ao volante

Atualmente, apenas a versão Premier diesel é oferecida no Trailblazer. Ela é impulsionada por um motor 2.8 turbodiesel de 200 cv e 51 kgfm de torque. Vale lembrar que esse propulsor ganhou uma nova turbina desde a linha 2021, que manteve a potência anterior, mas ficou mais ágil. E seja na estrada, em pisos de terra, ou na cidade, o carro se mostrou muito agradável ao volante.

Nas rodovias, ele embala rápido e chegou a fazer 11 km/l de consumo, segundo o computador de bordo. O ronco do propulsor diesel é agradável, ronronando mesmo em alta velocidade. E o câmbio automático de seis marchas casa bem com o propulsor. Para completar, ainda é possível acionar a tração 4×4 e 4×4 com reduzida.

Porém, eu me surpreendi com o Trailblazer nos trechos mais acidentados da estrada do interior. Mesmo lá o modelo foi bem, provando que ele foi feito para encarar desafios mais pesados. Encare um trecho esburacado com um carro desses e você vai entender. Ele passa pelos buracos com tranquilidade, e sem comprometer tanto o conforto a bordo.

O que poderia ser melhor?

Pois bem, até aqui só foram elogios ao carro. Mas é claro que há pontos negativos. Primeiro que para um carro de mais de R$ 300 mil, a cabine é bastante simples. Afinal, o painel é o mesmo da S10, com bastante plástico. Por mais que seja uma cabine bem construída, era preciso mais refinamento.

Outro ponto que poderia ser melhor é o banco traseiro. Senti falta de um trilho nele para modular melhor o espaço para a última fileira. Vale lembrar que a Spin, que custa três vezes menos, utiliza um sistema assim, que sempre é prático e torna o carro ainda mais versátil.

E assim como na S10, falta o ajuste de profundidade do volante. Como sou alto (1,87 m), é difícil achar uma boa posição de dirigir no Trailblazer. Após algumas horas na estrada, meu joelho era a parte que mais reclamava da posição não tão confortável para dirigir.

Também senti falta das saídas USB para as fileiras traseiras. O sistema de saída de ar, por sua vez, é bastante eficiente com as saídas no teto, refrigerando bem a cabine.

Chevrolet Trailblazer Premier 2022
Cabine é simples e falta o ajuste de profundidade do volante |Foto: Leo Alves/Garagem360

Comprar ou não comprar o Chevrolet Trailblazer Premier 2022?

Evidentemente que esta é uma questão pessoal. No entanto, o SUV se mostrou bastante competente no campo, que é o cenário que ele foi pensado. Para o uso urbano, ele é bem grande e um pouco mais duro que os utilitários com monobloco. Dessa forma, principalmente por conta do preço, um SUV como o Trailblazer deve ser opção para quem tem uma vida no campo ou frequenta fazendas, chácaras e sítios com frequência.

Se esta é a sua situação, então o modelo da Chevrolet deve ser considerado. Principalmente se os sete lugares são fundamentais.


























Leo Alves

Leo AlvesJornalista formado na Universidade Metodista de São Paulo e participante do curso livre de Jornalismo Automotivo da Faculdade Cásper Líbero, sou apaixonado por carros desde que me conheço por gente. Já escrevi sobre tecnologia, turismo e futebol, mas o meu coração é impulsionado por motores e quatro rodas (embora goste muito de aviação também). Já estive na mesma sala que Lewis Hamilton, conversei com Rubens Barrichello e entrevistei Christian Fittipaldi.

O post Testamos: Chevrolet Trailblazer Premier 2022 é mais que o SUV da S10 apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?