Não categorizado

Troca de óleo: saiba quais são os erros mais comuns e como evitá-los

troca de óleo

Um dos serviços mais importantes que devem ser realizados no veículo é a troca de óleo. Ele ajuda a lubrificar as peças do motor e limpar o sistema do câmbio. Um dos principais problemas causados por ele é o desgaste nos componentes. Por isso, ele precisa ser verificado de tempos e tempos. Entretanto, muitas pessoas possuem dúvidas com relação à sua troca. Pensando nisso, o Garagem360 e a TRP, linha multimarcas da PACCAR, mostram  alguns dos erros mais comuns e dicas de como evitá-los.

Segundo a empresa, o responsável pelo veículo precisa seguir os passos indicados pelo manual do veículo. Além do mais, uma das princiapis recomendações é a substituição do filtro. Para garantir uma serviço de melhor qualidade, o ideal é procurar o seu mecânico de confiança ou concessionárias autorizadas.

Troca de óleo: saiba quais são os erros mais comuns e como evitá-los

1 – Completar ou exceder a troca

1 – Completar ou exceder a troca (Foto: pixabay.com)

Começamos com um dos erros mais comum na hora de trocar o lubrificante. Se rodar com o óleo em um nível bastante baixo pode trazer problemas, ele completo também pode ser prejudicial. O proprietário do automóvel deve prestar a atenção para não passar do nível permitido, pois ele pode vazar e cair em outros componentes.

Além disso, respeitar o período de troca também é importante. No caso do motor, recomenda-se que ela deve acontecer a cada 5 ou 7 mil quilômetros. Em caso de dúvidas, consulte o manual de garantia.

2 – Tipo de óleo

2 – Tipo de óleo (Foto: pixabay.com)

Outro erro bastante comum é a escolha do tipo de óleo. Normalmente, eles são separados em três tipos:

  • Mineral;
  • Sintético
  • Semissintético

Cada veículo usa um tipo diferente. Por isso, é importante verificar no manual do proprietário qual é o mais indicado pela fabricante. Três pontos precisam estar de acordo: a base; o grau e a viscosidade.

3 – Fixação das peças

3 – Fixação das peças (Foto: pixabay.com)

Por fim, se você não quer ter problemas na hora da troca de peças, é sempre bom ver se todas elas estão fixas. Para a realização desta tarefa, é importante prestar bastante atenção. Caso contrário, você colocará a saúde de seu veículo em risco.

3 – Fixação das peças (Foto: pixabay.com)

Os componentes precisão estar bem posicionadas, firmes e sem vazamentos. O bujão, por exemplo, precisa estar bem parafusado.

 

Pedro Giordan

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.

O post Troca de óleo: saiba quais são os erros mais comuns e como evitá-los apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?