Não categorizado

Yamaha Motos: montadora suspende atividades de linhas de produção

Motos Yamaha têm produção paralisada temporariamente

O Grupo Yamaha do Brasil, em comunicado à imprensa, anunciou que suspenderá as atividades de algumas de suas linhas de produção de motos e motores. A paralisação ocorrerá de 09 a 24 de setembro. Saiba mais!

yamaha anuncia paralisação de produção
Entrada da fábrica Yamaha. Foto: Uol

Montadora anuncia paralisação de atividades de linhas de Motos Yamaha e motores

Por outro lado, até do fechamento desta matéria e procurada pelo Garagem360, a montadora não informou em detalhes quais são as linhas de motos Yamaha que estarão com a produção suspensa. A seguir, você confere o comunicado oficial:

“Considerando a situação adversa do cenário logístico internacional, causada pelos efeitos da pandemia pela variante delta do Coronavírus na Ásia, e visando ajustar o fluxo do recebimento de insumos, o Grupo Yamaha suspenderá as atividades em algumas de suas linhas de produção de motocicletas e motores de popa, no período de 09 a 24 de setembro”, diz o comunicado.

“Nas linhas afetadas, os colaboradores estarão em férias coletivas. Parte da produção, assim como as demais atividades operacionais das empresas do Grupo Yamaha do Brasil, permanecerão em regular atividade durante esse período”, finaliza a nota oficial.

Yamaha motos terá produção paralisada por mais de 15 dias
Foto: Grupo Yamaha do Brasil

Paralisações ao longo do ano

Vale ressaltar que a paralisação anunciada pela Yamaha não é a primeira que ocorre nesse ano. Por exemplo, no último mês de maio, fora paralisada a linha de produção de motos da marca entre os dias 03 e 12. Na ocasião, conforme divulgou o jornal A Crítica, os trabalhadores da unidade entraram de férias coletivas.

Além disso, no mês de janeiro de 2021, a Honda Motos também anunciou a paralisação temporária de sua unidade fabril em Manaus (AM).

Yamaha YBR 150 é uma das motos mais vendidas no Brasil.
Yamaha YBR 150 é uma das motos mais vendidas no Brasil. (Foto: Divulgação / Yamaha)

Você pode se interessar também por: Motos ‘pit bike’: Conheça o conceito e o modelo Pro Racing da MXF

Yamaha é a segunda marca de motocicletas no ranking das mais vendidas no Brasil

No cenário geral, a Yamaha segue, há anos, pouco atrás das Motos Honda. Por exemplo, no início de agosto de 2021, as duas montadoras dominaram as vendas nacionais. Nesta ocasião, o Grupo Yamaha teve 114.589 unidades emplacadas – o que representou deter 18,19% do mercado de motocicletas no Brasil.

Assim, conforme divulgado pelo Garagem360 e com base no site Auto Segredos, as motos mais vendidas nos primeiros dias de agosto foram:

  1. Honda CG 160 (13.917 unidades)
  2. Honda Biz (6.763 unidades)
  3. Honda NXR 160 (5.117 unidades)
  4. Honda Pop 110i (4.629 unidades)
  5. Honda CB 250F Twister (1.777 unidades)
  6. Honda XRE 300 (1.391 unidades)
  7. Yamaha YBR 150 (1.3780 unidades)
  8. Honda PCX 150 (1.111 unidades)
  9. Yamaha Fazer 250 (1.085 unidades)
  10. Honda Elite 125 (1.047 unidades)
  11. Yamaha XTZ 150 (1.039 unidades)
  12. Honda XRE 190 (818 unidades)
  13. Yamaha XTZ 250 (808 unidades)
  14. Yamaha NMAX (641 unidades)
  15. Yamaha YS 150 Fazer (640 unidades)
  16. Yamaha Neo 125 (554 unidades)
  17. Yamaha  YBR 125 (513 unidades)
  18. Yamaha MT03 (459 unidades)
  19. Honda ADV 150 (455 unidades)
  20. Shineray XY 50 (409 unidades)
Erica Franco

Erica FrancoJornalista por formação, com mais de 15 anos de experiência em redação em geral. Passagens pelo caderno Máquina e Moto Máquina do jornal Agora São Paulo, Folha online, Jovem Pan, Uol, Mil Milhas, Revista e site Consumidor Moderno, Portal No Varejo, entre outros.

O post Yamaha Motos: montadora suspende atividades de linhas de produção apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?