Não categorizado

Aplicativos de transporte: Uber e 99 passam pela maior crise do setor

transporte por aplicativo

Uma das soluções de mobilidade que mais cresceu no mundo inteiro foram os aplicativos de transporte. As pessoas trocaram os táxis convencionais por serviços oferecidos por empresas, como Uber e 99 Táxis. Porém, o setor vive a sua maior crise.

De acordo com reportagem da revista Veja, isso está acontecendo, principalmente, por conta dos aumentos nos preços da gasolina. Ele acaba fazendo clientes e motoristas fiquem insatisfeitos. Isso acaba atrapalhando a rotina de muitas as pessoas e fazendo com que outras fiquem sem emprego.

Aplicativos de transporte passam por crise
Foto: Pixabay.com

Aplicativos de transporte passam pela maior crise do setor

Uma história com dois lados. A reportagem conta que no caso dos passageiros, a principal reclamação é sobre as diversas viagens canceladas. Isso aumentou bastante nas últimas semanas, principalmente nas capitais.

Sem falar do tempo de espera. O aumento das tarifas, que já foi o principal atributo dos aplicativo de transporte, também foram citados.

Aplicativos de transporte enfrentam alta dos combustíves
Foto: Pixabay.com

No primeiro caso, das viagens canceladas, existe uma explicação. Elas estão acontecendo mais em viagens de pouca duração e que onde o lugar de encontro com o passageiro demora.

“É uma triste realidade, mas nós mesmos aconselhamos o motorista a cancelar corridas curtas”, Eduardo Lima, presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativo de São Paulo (Amasp), à reportagem da revista.

Mas os motoristas também estão sofrendo. Como você vem acompanhando aqui no Garagem360, os preços do combustíveis (como a gasolina) vem crescendo de uma forma bastante rápida.

Já é possível encontrar postos de combustível cobrando mais de R$ 7 (nos estados do Rio de Janeiro e do Tocantins, por exemplo, pelo litro da gasolina. Dados da ANP mostram que o aumento deste tipo de combustível foi em até 51%

alta dos combustíveis é fator que traz problema aos motoristas do Uber e do 99
Foto: Ilustrativa

Com isso, os condutores precisam buscar saídas para economiza. Rodar durante a madrugada está sendo uma delas. Isso porque a economia de combustível é maior. Entretanto, acaba prejudicando quem precisa usar este serviço de mobilidade durante o horário comercial.

Um outra saída pode estar nos finais de semana. Bares e restaurantes estão começando a voltar a funcionar normalmente em boa parte do Brasil. E esse aumento no movimento pode aumentar a demanda por aplicativos de transporte durante o sábado e o domingo.

Claro, o reflexo também poderá ser sentido pelos clientes, que podem ficar sem os carros durante os horários de maior procura.

Outros fatores

Aplicativos de transporte enfrenta a maior crise desde seus lançamentos
Foto: Uber

Uma outra reclamação dos motoristas é o congelamento das tarifas. Hoje, parte dos valores das corridas ficam com as empresas responsáveis (entre 20% e 48%). Sem falar que muitos deles acabam desistindo do trabalho por conta do valor que sobra para pagar despesas.

Segundo dados divulgados pela Veja, cerca de 30.000 motoristas (o que significa 25% do efetivo) já teriam tomado este caminho.

Pandemia

A pandemia da Covid-19 atingiu fortemente diversos setores da economia. Para minimizar os efeitos causados por ela, alguns novos serviços foram criados para chamar clientes novos e antigos que deixaram de sair por conta da pandemia. Dentre eles, podemos citar o Uber Promo e o 99Poupa. Este é outro ponto questionado pelos motoristas. Segundo as empresas citadas aqui, os mesmos podem optar por aceitar corridas destas modalidades.

 

Pedro Giordan

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.

O post Aplicativos de transporte: Uber e 99 passam pela maior crise do setor apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?