Não categorizado

Concessionária Chevrolet escorrega no filtro

Cada vez que a revista Quatro Rodas leva um daqueles carros de teste de longa duração (que agora foi de 60 mil para 100 mil km) para  revisão na concessionária, o último foi um Onix Plus levado na Primarca, de São Caetano do Sul. E aconteceu o que – lamentavelmente –  se prevê: a inevitável empurroterapia.

A primeira “sugestão” foi uma “lavagem técnica” do motor. Entretanto, motor sujo ou limpo não faz diferença nenhuma. E, passar um pano húmido é o que deve ser feito, sem custo nenhum. Outra seria a lubrificação, que já não existe há dezenas de anos.

Foi oferecido até um aditivo do radiador. Inexplicável, pois o aditivo necessário para o sistema de arrefecimento já integra o líquido original, é o etilenoglicol.

VEJA TAMBÉM:

Como ponto positivo, a favor da concessionária, trocaram as pastilhas e recomendaram a retífica dos discos que estavam com sulcos. Honestidade não sugerir substituí-los, pois os novos custariam mais que o “passe”.

Mas pisaram na bola ao trocar o filtro de ar por outro do mercado paralelo. E o pior: cobrando mais que o original de fábrica.

O post Concessionária Chevrolet escorrega no filtro apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?