Não categorizado

Crise de chips segue paralisando montadoras como Ford, VW e Toyota

produções paralisadas

No início da pandemia ocasionada pelo corona vírus, muitas fábricas do setor automotivo tiveram suas produções paralisadas ou com ritmo diminuído. Após as fases de look-down, aos poucos a produção voltou ao curso normal. No entanto, a falta de insumos tem sido uma dor de cabeça às montadoras que estão paralisando novamente pela falta de chips.

Acontece que, agora, devido ao novo surto de casos de COVID-19 na Malásia – país onde se fabricam os semicondutores – a fabricação foi paralisada. Consequentemente, afetou a produção dos polos automotivos industriais ao redor do mundo.

Produções Paralisadas
Toyota planta de Sorocaba (Foto: Toyota)

Montadoras seguem com produções paralisadas

Diferentes marcas tiveram suas produções paralisadas em diferentes locais do globo. A Ford suspendeu a produção da Alemanha e nos EUA, onde 17 fábricas já reduziram ou paralisaram de vez os serviços.

 

A Volkswagen também foi atingira e paralisou a produção na Europa. Em nota, a montadora informou que espera que a produção volte ao normal a partir do terceiro trimestre desse ano. “Atualmente, esperamos que a oferta de chips no terceiro trimestre seja muito volátil e restrita”, diz a nota.

produções paralisadas
Planta da Ford nos EUA (Foto: Ford)

Veja também: Renault paralisa produção no Brasil hoje (02/08), saiba o por quê

Por aqui, a Toyota também paralisou duas fábricas, a de Sorocaba, e Porto Feliz, no interior de São Paulo, entre os dias 18 e 27 de agosto. Nas unidades, modelos como o Yaris, Corolla Cross e Etios são produzidos.

“A Toyota do Brasil informa que realizará a suspensão temporária da produção em sua fábrica de Sorocaba, onde são produzidos os modelos Yaris (hatch e sedã), Corolla Cross e Etios (somente para exportação) entre os dias 18 e 27 de agosto de 2021. A unidade de Porto Feliz, responsável pela produção dos motores 1.3L e 1.5L do Yaris e Etios e do propulsor 2.0L TNGA do Corolla e Corolla Cross, também será parcialmente afetada”,  informou a marca através de nota à imprensa.

“Apesar de todos os esforços que temos realizado ao longo do tempo para gerenciar a falta de insumos que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de Covid-19, nesse momento uma parada é inevitável”. continuou o comunidade oficial da montadora. 

Ainda sobre a Toyota, a Marca também tem produções paralisadas situadas no Japão, China, Europa e EUA.

Produções Paralisadas
Planta da Toyota em Sorocaba (Foto: Toyota)

Impacto na economia

Pelo segundo mês consecutivo a produção de autoveículos recuou no Brasil, de acordo com levantamento mensal feito pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA). A queda é creditada as produções paralisadas de algumas fábricas em função da falta de semicondutores.

Em julho, a produção total foi de 163,6 mil unidades, 2% a menos do que no mês de junho e 4,2% abaixo de julho de 2020. Foi a pior produção para um mês de julho desde 2003.

“Há demanda interna e externa por um volume maior de veículos, mas infelizmente a falta de semicondutores e outros insumos tem impedido a indústria de produzir tudo o que vem sendo demandado, apesar dos esforços logísticos empenhados pelas empresas”, afirmou o Presidente da ANFAVEA, Luiz Carlos Moraes.

“Os estoques de 85 mil unidades nas fábricas e nas concessionárias são os menores das últimas duas décadas, o que comprova a gravidade da situação” completou o presidente.

fabricação suspensa de veículos
Produção da Toyota na planta de Sorocaba (Foto: Toyota)
Nicole Santana

Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo, e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe.

O post Crise de chips segue paralisando montadoras como Ford, VW e Toyota apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?