Não categorizado

Gasolina comum ou aditivada? Ela tem que ter aditivo!

Você usa gasolina comum ou aditivada? No tanque, a gasolina tem que ter aditivo. Por quê?

VEJA TAMBÉM:

A gasolina tem um elevado teor de carbono que, dentro do motor, acaba formando depósitos carboníferos na cabeça do pistão. Com as temperaturas elevadíssimas da combustão, esses depósitos carboníferos viram um verdadeiro carvão e prejudicam a queima do combustível, que fica irregular. É o tal fenômeno, por exemplo, da pré-ignição.

A combustão irregular reduz o desempenho, a potência, prejudica o consumo, e ainda aumenta as emissões do carro.

Como é que você evita essa formação de depósito? Com a gasolina aditivada ou a comum com um frasco de aditivo detergente/dispersante! Mas, usando a gasolina comum ou aditivada, é importante, a cada 5.000 quilômetros, você usar também um frasco de aditivo, pois ele é superconcentrado, o que intensifica a ação dos detergentes/dispersantes.

Qual aditivo eu devo usar no meu carro?

Tem muita picaretagem no mercado, até porque a ANP não fiscaliza nem a aditivação da gasolina na bomba e nem os frascos com aditivos vendidos no mercado.

Se não tem fiscalização, qual marca escolher? O jeito é recorrer às marcas avalizadas, recomendadas pelas fábricas de automóveis, ou então empresas mundialmente tradicionais e conhecidas. A Innospec, por exemplo, é a maior produtora e fornecedora de aditivos de combustíveis do mundo.

O post Gasolina comum ou aditivada? Ela tem que ter aditivo! apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?