Não categorizado

GM faz novo recall do Chevy Bolt, despencando as ações da LG

recall

O mercado automotivo está cada vez mais voltado para a eletrificação dos veículos. No entanto, mesmo com os benefícios indiscutíveis dos veículos elétricos, ainda há desafios mundiais para que os fabricantes façam a transição da combustão para os elétricos. Por exemplo, GM decidiu nos últimos dias convocar para recall todos os Chevy Bolt. Saiba o porquê!

recall
Pelo menos três proprietários do elétrico nos EUA relataram incêndio com o modelo. Foto: Dailymai / Facebook

GM convoca todos os Chevy Bolt para recall e deve interromper a venda de novas unidades

O recall da GM visa trocar as baterias do Chevy Bolt, a princípio, de forma preventiva. No caso, devido incêndios que o ocorreram com o modelo elétrico em alguns países, em especial, nos Estados Unidos.

Dessa forma, isso impacta em um gasto milionário para a GM. Mesmo que o recall seja. Por enquanto, opcional e preventivo, conforme já fora citado.

Ainda, de acordo com a GM, o registro de pelo menos nove incêndios no Chevy Bolt surgiu após dois defeitos encontrados na fabricação das baterias fornecidas pela LG Chem.

Frente a isso, vale ressaltar que a GM, por sua vez, já vem implementando precauções. Por exemplo, a limitação de software de carga máxima em 90%. Além disso, orientando os condutores a não esgotar a carga das baterias.

Casos de incêndio do Chevrolet Bolt causam preocupação nos EUA
Primeiro caso de incêndio no elétrico aconteceu na Virgínia (EUA). Foto: Reprodução

Por dentro: Informe-se sobre todos os recalls aqui no Garagem360

Ações da LG Chem despencam na bolsa

Enquanto isso, as ações da LG Chem caíram 11,1% nesta segunda-feira (23/08), de acordo com a agência Reuters. No caso, depois da GM anunciar recall de mais 73 mil carros Chevrolet Bolt, com baterias da marca.

Além disso, a montadora norte-americana afirmou que o recall cobre veículos a partir do modelo 2019. Assim, deve interromper as vendas do Bolt indefinidamente.

Já a LG Chem afirmou que está trabalhando para garantir que não haja problemas com o recall. Por exemplo, a empresa e prepara a oferta inicial de ações (IPO) de sua unidade de bateria LG Energy Solution (LGES). Isso porque perdeu mais de 6 bilhões de dólares em valor de mercado – a sua maior perda percentual em um mesmo dia desde março de 2020.

recall
Foto: Reuters

“O mercado espera que a LGES lance seu IPO em setembro. Mas, com a GM expandindo o recall, o IPO da LGES deve ser adiado em um mês ou dois. A empresa precisa refletir o custo do recall antes de finalizar os documentos do IPO”, afirmou Cho Hyun-ryul, analista da Samsung Securities, para a agência Reuters.

Vale ressaltar que a GM fez um recall inicial de 69 mil carros Bolt no último mês de julho. A ampliação do recall vem uma semana após um incêndio envolvendo um veículo elétrico da Volkswagen com bateria LGES.

Em fevereiro, o Ministério do Transporte da Coreia do Sul disse que uma investigação conjunta com a LGES e a Hyundai descobriu defeitos nas células da bateria em uma fábrica da LGES na China. A investigação está em andamento.

 

Com informações e tradução da agência Reuters

Erica Franco

Erica FrancoJornalista por formação, com mais de 15 anos de experiência em redação em geral. Passagens pelo caderno Máquina e Moto Máquina do jornal Agora São Paulo, Folha online, Jovem Pan, Uol, Mil Milhas, Revista e site Consumidor Moderno, Portal No Varejo, entre outros.

O post GM faz novo recall do Chevy Bolt, despencando as ações da LG apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?