Não categorizado

Grupo VW terá América Latina como centro de P&D de biocombustíveis

Grupo VW

O Brasil sediará e liderará o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento do Grupo VW. No caso, voltado para o estudo de soluções tecnológicas com base em etanol e outros biocombustíveis. Entenda!

VW terá no Brasil centro de desenvolvimento de motor a biocombustível. Foto: CNN

 

VW lidera Centro de Pesquisa & Desenvolvimento biocombustíveis

De acordo com o Grupo Volkswagen, o objetivo do Centro de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) é tornar realidade a mobilidade sustentável e neutra em carbono em todo o mundo. Para isto, o Centro P&D passa a intensificar a pesquisa para o desenvolvimento de tecnologias baseadas em biocombustíveis.

Além disso, o Grupo VW aprovou a estratégia, a fim de que a região da América Latina crie e lidere um Centro de Pesquisa & Desenvolvimento no Brasil. Assim, o Centro P&D terá como foco estudar soluções tecnológicas com base em etanol e outros biocombustíveis para mercados emergentes. Com isso, utilizando energia limpa para a combustão e soluções híbridas.

Conforme o grupo, a iniciativa busca minimizar as mudanças nas plataformas atuais e foca na produção neutra de CO2.

“Sediar aqui no Brasil o novo Centro de P&D para etanol e outros biocombustíveis nos coloca em evidência no mundo Volkswagen”, fala o presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si.

“Poder liderar, desenvolver e exportar soluções tecnológicas a partir do uso da energia limpa dos biocombustíveis se caracteriza como uma estratégia complementar às motorizações elétrica, híbrida e à combustão a mercados emergentes é um reconhecimento enorme para a operação na América Latina”, continua Di Si.

Ainda, conforme o presidente e CEO da VW, as ações do Centro P&D irão contar com a parceria do Governo, de Universidades e a Agroindústria. Isso, para que seja possível trabalhar com o que há de melhor para o futuro da mobilidade.

Grupo VW terá América Latina como centro de P&D de biocombustíveis
Foto: VW

Grupo VW é o primeiro a aderir ao Acordo de Paris

Vale ressaltar que, de acordo com o. Assim, com a pretensão de se tornar neutra em termos climáticos até 2050.

Além disso, o Grupo revela que planeja eliminar gradualmente a produção de veículos a combustão na Europa entre 2033 e 2035. Enquanto isso, nos EUA e na China ainda pode levar mais tempo.

Já nos chamados mercados emergentes como, por exemplo, o Brasil, a demora pode ser ainda maior. Isso porque alguns fatores impossibilitam mudanças mais rápidas para os 0 emissões. Por exemplo: indisponibilidade de infraestrutura de carregamento, energia renovável e o nível de renda local.

Dessa forma, a VW acredita que é fundamental explorar opções alternativas, assim, aproveitando os recursos locais que já estão disponíveis hoje, como os biocombustíveis.

Grupo VW é o primeiro a aderir ao Acordo de Paris: Recicla Mundo

Saiba mais sobre os biocombustíveis, aqui no Garagem360

Até 2030, biocombustíveis no Brasil podem suprir 72% da demanda nacional, diz estudo

De acordo com um estudo do World Wildlife Fund (WWF), no Brasil, até 2030, os biocombustíveis podem suprir 72% da demanda brasileira de combustível. No caso, apenas contando com a otimização das pastagens degradadas.

O estudo ainda revela que, atualmente, apenas 1,2% do território brasileiro é utilizado para o cultivo de cana-de-açúcar. Quase 92% da produção de cana-de-açúcar é colhida no Centro-Sul do Brasil, e os 8% restantes são cultivados na região Nordeste.

Assim, significa que as áreas cultivadas para a produção de cana-de-açúcar estão localizadas a quase dois mil quilômetros da Amazônia.

Erica Franco

Erica FrancoJornalista por formação, com mais de 15 anos de experiência em redação em geral. Passagens pelo caderno Máquina e Moto Máquina do jornal Agora São Paulo, Folha online, Jovem Pan, Uol, Mil Milhas, Revista e site Consumidor Moderno, Portal No Varejo, entre outros.

O post Grupo VW terá América Latina como centro de P&D de biocombustíveis apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?