Não categorizado

IPVA caro? O desse hiperecarro ultrapassa os R$ 500 mil

Com a valorização no mercado de carros usados em 2021, o preço do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) também subiu e tirou o sono de muitos motoristas. A cobrança do tributo pode variar de uma região para a outra e São Paulo é o estado mais caro do país, com 4% de alíquota sobre o valor venal do veículo.

VEJA TAMBÉM:

Dessa forma, em São Paulo estão os maiores valores de IPVA que serão cobrados neste ano. O maior tributo cobrado no estado paulista ficou para a seleta lista de proprietários do Porsche 918 Spyder, que contam com duas unidades emplacadas no estado.

O veículo está avaliado em R$ 13.187.330 e, por isso, o IPVA integral do modelo seria de R$ 527.493,20 em 2022. Contudo, neste ano o estado de SP permite o pagamento do imposto em uma só parcela, com um desconto de 9%. Se os proprietários optarem por essa opção, o tributo sai pela bagatela de R$ 480.018,81.

Outra opção é o parcelamento ou pagamento à vista em fevereiro que, se escolhido, o IPVA tem um desconto de 5% e o total a ser pago será de R$ 501.118,54, uma “pechincha”.

O que faz o IPVA do Porsche 918 Spyder ser tão caro

O modelo alemão é tão especial que, para começar, é classificado como um hipercarro. O 918 Spyder foi desenvolvido com motorização híbrida, que conta com um motor a combustão V8 4.6 que fornece 608 cv de potência e 55 kgfm de torque.

Ademais, estão presentes dois propulsores elétricos: um de mais 129 cv no eixo dianteiro e outro de 156 cv na traseira. Quando somados, o veículo oferece 887 cv e 93,5 kgfm de torque.

O hiperesportivo ainda conta com transmissão automatizada de dupla embreagem com sete velocidades e tração integral. Tudo isso permite que o Porsche 918 Spyder acelere de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos e chegue aos 345 km/h.

IPVA 2022 subiu, mas menos do que se esperava. Boris Feldman explica!

O post IPVA caro? O desse hiperecarro ultrapassa os R$ 500 mil apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?