Não categorizado

Jaguar I-Pace encara grande desafio com apenas uma carga de bateria

Jaguar I-Pace

Um dos principais sonhos de um motorista é andar mais e gastar menos. Não importa se o veículo é a combustão, híbrido ou elétrico. Muitos já tentaram e conseguiram. A ciclista profissional Elinor Barker, por exemplo, atingiu esse feito. De acordo com a Jaguar, ela atravessou 8.848 m a bordo de um I-Pace e não parou para recarregar a bateria.

Jaguar I-Pace 

O desafio proposto é chamado de “Everesting Challenge”. Ele já bastante conhecido dentre os ciclistas. Nele, o desafiante precisa percorrer os mesmos 8.848 m de altura Monte Everest. No caso do desafio da campeã olímpica, teve que subir o Great Dun Fell, a estrada mais alta da Grã-Bretanha.

Foto: Divulgação/Jaguar

“Assisti com fascínio enquanto os ciclistas enfrentavam o Everesting Challenge durante o lockdown. Mesmo como ciclista profissional, é um feito incrível de resistência, então fiquei feliz em fazê-lo pilotando o Jaguar I-PACE totalmente elétrico”, diz Elinor Baker.

O veículo usado por ela foi o único que possui um motor 100% elétrico na montadora. Além de todo o luxo disponível, ele tem um motor bastante poderoso. Porém, outra tecnologia foi vital para bater a meta e rodar por mais tempo: o sistema de frenagem regenerativa.

Jaguar I-Pace
Foto: Divulgação/Jaguar

Um  capacitador (ou “regen”) é que faz o trabalho de gerar 30% de energia adicional para o I-TYPE 5. Durante seu desenvolvimento, foi usada tecnologia do programa de Fórmula E da Jaguar Racing.

“Quando descobri que os pilotos da Jaguar Racing normalmente precisam regenerar 30% da capacidade da bateria de seus I-TYPEs em uma corrida de Fórmula E, como atleta eu naturalmente quis bater esse número! Estou encantada por ter atingido esse objetivo enquanto desfrutava do conforto, do fornecimento silencioso de energia e da condução em um único pedal do I-PACE”, acrescenta a ciclista britânica.

Pré-condicionamento e Smart Climate

Além disso, o aplicativo Jaguar Remote App foi usado para o pré-condicionamento do veículo. O sistema aquece ou resfria automaticamente a bateria com o objetivo de atingira a temperatura ideal do componente.

Leia mais: Land Rover Defender vai ganhar uma versão a hidrogênio em breve

Jaguar I-Pace
Foto: Divulgação/Jaguar

Do mesmo modo cabine também passou pelo procedimento. Sua temperatura desejada é estabelecida a partir da energia elétrica. Ela otimiza o alcance da direção, especialmente em dias de frio (inferiores a 2ºC). O pré-condicionamento ocorre durante o carregamento.

Enquanto isso, o Smart Cilmate usa sensores localizados no cinto de segurança. O sistema aquece ou refrigera a cabine do veículo de acordo com o número de pessoas presentes.

Ou seja, com todas as tecnologias embarcadas, a bateria durou o suficiente para percorrer as 58 milhas (93,3 km) do percurso.

Jaguar I-Pace no Brasil

Jaguar I-Pace
Foto: Divulgação/Jaguar

O Jaguar I-Pace é um dos SUVs 100% elétricos vendidos no Brasil. Ele custa a partir de R$ 621.850 na configuração SE (R$ 639.950 com o pacote Brasil). Recentemente, ele trouxe algumas novidades. O sistema multimídia Pivi Pro, de 12,3 polegadas, traz novas gráficos revisados. Sem falar do novo sistema de ionização.

Por fim, os motores geram uma potência de 400 cv e torque de 696 Nm. De acordo com a montadora, ele pode acelerar de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e tem tração AWD.

 

Pedro Giordan

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.

O post Jaguar I-Pace encara grande desafio com apenas uma carga de bateria apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?