Não categorizado

Pisca alerta do carro: quando é obrigatório usar segundo o CTB?

Pisca alerta do carro, saiba como usar

O pisca alerta, assim como a seta, funcionam como luzes de comunicação com os demais veículos da via. Ambos servem para alertar os condutores ao redor sobre algum risco à frente, ou a intensão de mudança de faixa e outras manobras. A seguir, entenda quando é a hora certa de acioná-las!

Pisca alerta do carro, saiba como usar
Pisca alerta do carro, saiba como usar (Foto: bom preço mecânico)

Quando usar o pisca alerta do carro?

Primeiro, é necessário entender a luz indicadora de direção, também conhecida como seta, é diferente do pisca alerta. A primeira serve para alertar a intenção de mudança de faixa, ultrapassagem e demais movimentos na pista que impliquem em mudanças tanto para a esquerda, quanto para a direita. Já o uso do pisca alerta está previsto no inciso V do art. 40 do CTB. A mesma afirma que:

Art. 40 do CTB

 V – O condutor utilizará o pisca-alerta nas seguintes situações:

1 a) em imobilizações ou situações de emergência;

b) quando a regulamentação da via assim o determinar.

Ou seja, segundo o artigo, o pisca alerta deve ser usado em situações em que o condutor entenda que há risco de perigo na via, como é o caso de freadas bruscas na estrada devido a visualização de acidentes próximo ao local. Nesse caso, o pisca alerta sinaliza aos demais condutores que é necessário ter mais prudência e reduzir a velocidade, pois há o risco de perigo à frente.

O uso da seta evita acidentes

Como já mencionado, o uso da seta serve para alertar a intenção de manobras na via. Seja para estacionar, fazer conversões ou ultrapassagem. No entanto, muitos condutores por falta de hábito, não utilizam a sinalização o que pode acarretar em acidentes que facilmente seriam evitados.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, a falta de utilização do sistema de seta é considerada infração grave, além de impactar em cinco pontos da CNH e multa no valor de R$ 195,23:

Art. 196 do CTB

Deixar de indicar com antecedência, mediante gesto regulamentar de braço ou luz indicadora de direção do veículo, o início da marcha, a realização da manobra de parar o veículo, a mudança de direção ou de faixa de circulação:
Infração – grave;
Penalidade – multa.

Pisca alerta do carro, saiba como usar
Usar a seta corretamente evita acidentes (Foto: KBB)

Aproveite e veja: Tudo sobre o Fiat Toro 2022

A seta, diversas vezes não é acionada pois muitos condutores acreditam que a ação é desnecessária e não implicará em multa ou no pior cenário, em um acidente.

Aqui, é valido destacar que luz indicadora de direção serve como comunicação não só com os outros carros da via, mas também com os demais pedestres ao redor.

Campanhas educativas podem ser a solução

Campanhas educativas sobre a utilização da luz indicadora de direção são um pilar fundamental para diminuir os riscos de acidentes nas vias. Através delas, os condutores podem compreender de forma clara a importância do uso da seta, bem como todos os sistemas de segurança disponíveis no veículo, como cinto de segurança, farol no período noturno, pisca alerta e buzina quando necessário. Com a condução correta, o trânsito se tornará um lugar melhor.

Pisca alerta do carro, saiba como usar
O uso dos itens de segurança evita acidentes (Foto: Freepik)

 

 

Nicole Santana

Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo, e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe.

O post Pisca alerta do carro: quando é obrigatório usar segundo o CTB? apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?