Não categorizado

Produção de veículos no Brasil em agosto é a menor em 18 anos

Produção de veículos em agosto é a pior do mês nos últimos 18 anos

A produção de veículos em agosto de 2021 foi a mais baixa para o mês desde 2003. O resultado pode ser consequência da falta de semicondutores nos polos fabris. Porém, mesmo com as dificuldades, o percentual é positivo em relação a julho desse mesmo ano em 0,3%.

Produção de veículos em agosto de 2021 é a pior dos últimos 18 anos
Produção de veículos em agosto de 2021 é a pior dos últimos 18 anos (Foto: Divulgação)

A produção de veículos em agosto de 2021 é a pior dos últimos 18 anos

Segundo o levantamento realizado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), houve queda de 21,9% na produção em relação a agosto de 2020, quando ainda não havia falta de componentes eletrônicos. Este foi o pior resultado para um mês de agosto desde 2003.

Após tantos meses rodando a um ritmo abaixo da demanda, os estoques nas fábricas e nas concessionárias estão sendo consumidos rapidamente, e sem condições de renovação nos pátios a curto prazo. A Anfavea reporta que, na virada do mês, haviam apenas 76,4 mil unidades disponíveis, estoque suficiente para menos de duas semanas de vendas, o que explica as filas de espera para vários produtos. É o pior nível em mais de duas décadas.

Veja também: Entenda como a falta de semicondutores pode impactar as vendas de carros

Produção de veículos em agosto de 2021 é a pior dos últimos 18 anos
Produção de veículos em agosto de 2021 é a pior dos últimos 18 anos (Foto: Divulgação)

O presidente da entidade afirma que nessa época do ano, a produção deveria estar em ritmo acelerado devido às vendas que aquecem o mercado no segundo semestre.

“Essa situação dos semicondutores traz uma enorme imprevisibilidade para o desempenho da indústria no restante do ano. Num cenário normal, estaríamos produzindo num ritmo acelerado nesta época do ano, quando as vendas geralmente ficam mais aquecidas”, afirmou o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes. “No ano passado tínhamos boa produção no segundo semestre, mas uma demanda imprevisível em função da pandemia. Neste ano, temos a volta da demanda, mas infelizmente uma quebra considerável na produção”, acrescentou.

No entanto, no comparativo com julho desse ano, mesmo com as paralisações totais ou parciais de 11 fábricas ao longo do mês de agosto, o esforço logístico das montadoras permitiu que a produção de 164 mil unidades superasse em 0,3% o volume de julho.

No mesmo sentido da produção de veículos, licenciamentos também registram baixa

Ainda segundo a entidade, a baixa oferta de produtos derrubou mais uma vez os números de licenciamentos. Ao todo, foram 172,8 mil unidades vendidas, no pior agosto desde 2005. A queda foi de 1,5% sobre julho e de 5,8% em relação a agosto de 2020, época em que a pandemia estava em alta.

SUV’s se destacam em meios aos hatches

Em meio à retração, alguns segmentos se destacam positivamente. Pela primeira vez na história os SUV’s venderam mais que a soma de hatches e sedãs no país.

Veja a lista dos modelos mais vendidos em agosto na matéria abaixo:

Veja também: Chevrolet Onix de fora novamente entre os carros mais vendidos de 2021

Os híbridos e elétricos tiveram participação recorde nas vendas, com 3.873 unidades, 2,4% de todo o mercado.

Na contramão dos demais, exportação está em alta

As exportações reagiram em agosto, com alta de 23,9% sobre o mês anterior. Ao todo foram 29,4 mil autoveículos embarcados, 5,5% a mais que em agosto do ano passado.

Produção de veículos em agosto de 2021 é a pior dos últimos 18 anos
Produção de veículos em agosto de 2021 é a pior dos últimos 18 anos (Foto: Divulgação)
Nicole Santana

Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo, e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe.

O post Produção de veículos no Brasil em agosto é a menor em 18 anos apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?