Não categorizado

Recursos para compra de veículos em 2021 é de 45,2%, diz ANEF

ANEF

Segundo a ANEF, o primeiro semestre de 2021 registrou um crescimento expressivo de 45,2% no total acumulado de recursos liberados para compra de veículos e financiamentos. Assim, totalizando R$ 92,6 bilhões, frente aos R$ 63,8 bilhões registrados até junho de 2020.

ANEF
ANEF revê projeção para 2021 (Foto: Pixabay )

Recursos para compra de veículos são 45,2% maior que em 2020

A Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras, a ANEF, acaba de divulgar o levantamento dos números alcançados pelas instituições financeiras do setor automotivo no primeiro semestre de 2021.

Nos seis primeiros meses do ano, houve um crescimento de 45,2% no total acumulado de recursos liberados para financiamentos de veículos, totalizando R$ 92,6 bilhões. Em 2020, foram registrados R$ 63,8 bilhões até junho de 2020.

ANEF faz novas projeções para 2021

Frente a esse panorama, a entidade elevou as projeções para o fechamento de 2021. Em janeiro, perspectiva para os recursos liberados era de crescimento de 12,5%, atingindo R$ 176,3 bilhões.

Com a demonstração no primeiro semestre, a ANEF revisou a expectativa de aumento para 14,9%, comparado com o acumulado de 2020, chegando à casa dos R$ 180,1 bilhões.

Modalidade CDC registra alta de 45%

O indicador de recursos liberados para a modalidade de crédito CDC registrou alta de 45,4% em comparação a junho do ano passado, sendo responsável pelo expressivo avanço do índice.

O saldo total das carteiras para veículos também registrou um aumento significativo no primeiro semestre, somando R$ 306 bilhões, número que representa um crescimento de 16,8% no acumulado dos últimos meses.

ANEF
Os recursos são 45,4% em relação a junho do ano passado (Foto: Freepik)

Para o presidente da ANEF, Paulo Noman, as projeções positivas para 2021 se confirmaram no primeiro semestre, instaurando um novo momento para o setor.

“Os resultados mostram que o total de recursos liberados voltou a atingir níveis pré-pandemia e o saldo das carteiras mantém ritmo de alta. No entanto, há muitas variáveis agindo sobre a cadeia produtiva do setor, bem como a conjuntura nacional. Os bancos de montadora têm atuado de forma estratégica, criando soluções adequadas para cada momento, auxiliando no escoamento da produção”, avalia o executivo.

Veja também: Refinanciamento de carros cresceu 45%, mas refinanciar é uma boa?

Caminhões e ônibus

O pagamento via Finame na categoria de caminhões e ônibus encolheu 12 pontos percentuais no primeiro semestre, chegando aos 20%, mesmo patamar observado no fechamento de 2019.

A modalidade encerrou 2020 representando 32% de todos os pagamentos. Historicamente estáveis, as demais modalidades mantiveram os níveis observados nos últimos cinco anos; para veículos e comerciais leves, a média dos financiamentos tem permanecido na casa dos 50% e, no caso das motocicletas, em torno de 40%.

Juros

As taxas de juros dos financiamentos já indicavam movimento de alta a partir de março, mesmo mês em que a Selic sofreu sua primeira elevação em sete meses, saindo da mínima histórica de 2% ao ano em um movimento que deve se estender no curto prazo. Com planos máximos estendidos para 72 meses, o prazo médio das concessões de crédito, ou seja, o período desde a contratação até o vencimento da última prestação, confirma previsão, tendo subido mais de dois pontos com média de 46,5 meses registrada em junho deste ano.

ANEF
Toyota Corolla Cross Hybrid (Foto: Toyota)
Nicole Santana

Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo, e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe.

O post Recursos para compra de veículos em 2021 é de 45,2%, diz ANEF apareceu primeiro em GARAGEM 360.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?