Não categorizado

Um TAC mal explicado entre MP e Fiat

Você é o primeiro dono de um Fiat Argo produzido entre abril de 2018 e dezembro de 2019, equipado com uma central multimídia de nove polegadas? Então pode leva-lo a uma concessionária da marca para instalar dispositivos anunciados pela fábrica, porém inexistentes neste equipamento.

Ou se preferir, pode também exigir um “troco” de R$ 400 da fábrica, garantidos por um TAC (Termo de ajustamento de conduta) acordado entre o Ministério Público e a Fiat.

VEJA TAMBÉM:

Inexplicavelmente, só o primeiro dono do Fiat Argo tem esse direito, mas como essa história ficou mal explicada, o segundo dono (ou os seguintes) pode recorrer à justiça para fazer valer os mesmos direitos.

O post Um TAC mal explicado entre MP e Fiat apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?