Não categorizado

[Vídeo] O ABS não funcionou? A culpa deve ser do motorista!

Olha, outro dia a curiosidade jornalística falou mais alto e eu resolvi conversar com um motorista que tinha batido o seu carro atrás de outro; aquele esquema de freou e bateu. Eu estava com um pressentimento que se confirmou quando fui conversar com ele. Assista ao vídeo e entenda!

VEJA TAMBÉM:

Porque eu perguntei: “escuta, meu companheiro, o seu carro tem dois anos de fabricação, ele é 2019, então ele tem ABS, porque é obrigatório”. Ele falou: “ah sim, tem airbag e ABS”.

“Pois  é, e você bateu na traseira do carro que  estava na sua frente porque ele freou de repente?” Ele respondeu: “É, ele freou de repente”.

“E você não viu? Você não estava prestando atenção?” Ele disse: “eu estava prestando atenção, mas pisei no pedal do  freio e bati assim mesmo”. Eu falei: “Mas seu carro tinha ABS, ele saiu deslizando e bateu? Não pode!”

“Não, eu pisei no  freio e o pedal começou a trepidar. Aí eu pensei que tinha alguma coisa errada, então soltei um pouquinho só o pedal do freio então o carro bateu”. Aí eu falei: “é exatamente o que eu tinha pensado.”

Motorista precisa deixar o ABS funcionar

Dezenas, centenas de carros com ABS batem no carro da frente porque o ABS não funcionou. Mas não funcionou porque o motorista não deixou o ABS funcionar; dá pra acreditar?

Porque o motorista foi mal informado! Quando você pisa no pedal do freio rapidamente, com muita força e intensidade, o ABS vai entrar em ação  e não vai deixar as rodas deslizarem no asfalto, o pneu, e bater no carro da frente.

Agora, quando o motorista pisa no freio com força, o ABS entra funcionamento e faz o pedal vibrar um pouquinho. Quando o pedal vibra, o motorista acha que aquilo é algum alerta para ele tirar o pé do pedal, mas é o contrário!

Se estiver vibrando um pouquinho, pise com mais força ainda, senão o ABS não  funciona e você vai bater no carro da frente.

O post [Vídeo] O ABS não funcionou? A culpa deve ser do motorista! apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?