Não categorizado

[Vídeo] Óleo do motor: melhor um pouco menos do que um pouco mais

Uma das ‘empurroterapias’ preferidas,  principalmente no posto, é o óleo que se verifica puxando a vareta, para ver, ali, o nível. Às, vezes o óleo está um pouco abaixo do ponto correto, que é na metade do caminho, entre máximo e mínimo. Ali é o ponto correto. Se ele estiver perto do mínimo, não se preocupe. Se ele estiver abaixo do mínimo – tem gente que diz que puxa a vareta e nem  aparece nada, puxa e já não tem óleo nenhum -, cuidado!

Mas algumas vezes o óleo está perto do ponto certo e vem, então, alguém sugerir para colocar mais 1 litro dele no cárter. Muitas vezes, esse 1 litro a mais faz o óleo ir além do nível máximo. “Ora, mas quanto mais óleo  melhor”. Negativo! Está ali a marca do máximo para evitar que o nível esteja acima dela, sabe por que? Assista ao vídeo e entenda!

VEJA TAMBÉM:

Porque, onde está o óleo do cárter, gira logo acima dele o virabrequim. Você pode não saber, mas pelo menos já ouviu falar, que no motor tem um virabrequim, um eixo que gira ali. Se o óleo subir  muito, o virabrequim bate nele.

Óleo lubrificante para motor

E daí? Daí que forma espuma. E daí? E daí que espuma é ar; e quem disse que ar lubrifica alguma coisa? Quando a bomba de óleo puxa o óleo com espuma, com ar, alguma parte, algum componente do motor, não vai ser corretamente lubrificado, porque está vindo espuma, está vindo ar junto com o óleo.

Entendeu o porquê do perigo de se colocar, de se completar óleo do motor acima do nível máximo da vareta?

O post [Vídeo] Óleo do motor: melhor um pouco menos do que um pouco mais apareceu primeiro em AutoPapo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Vamos conversar?